AXA

AXA é um Sucesso Global no Mercado de Seguros

Philippe Jouvelot, presidente da Axa Seguros Brasil, relata a trajetória ascendente da Axa no mundo, as conquistas da seguradora na América Latina e os objetivos da empresa no Brasil, que, segundo ele, é o maior mercado de seguros da América Latina. Jouvelot ressalta a importância da parceria entre a Axa e a Vip´s. “É uma união muito importante, tendo em vista toda sua expertise e seu histórico de serviços prestados a diversas entidades do funcionalismo público brasileiro. A equipe da Vip´s tem um profundo conhecimento de mercado e está sempre próxima de seus clientes e suas necessidades”, afirma o executivo. Acompanhe, a seguir, a entrevista completa.

about img

Em que áreas a Axa atua no mundo?

Philippe Jouvelot Globalmente operamos em todas as linhas de seguros para empresas e pessoas - desde seguro de automóvel, vida, saúde e residência, até linhas mais complexas como responsabilidade civil, grandes obras, aviação e seguros para satélites. Além disso, atuamos em gestão de ativos.

E no Brasil? Pilippe Jouvelot Aqui no Brasil, estamos focados em linhas comerciais, seguros para empresas e instituições. Oferecemos soluções para proteger o patrimônio, as responsabilidades civis e oferecemos ainda seguros de vida. Também estamos estruturados para operar em afinidades, ofertando produtos por meio de parcerias com varejistas, instituições financeiras e empresas de serviços.

Por que a Axa decidiu vir para o Brasil?

Philippe Jouvelot A decisão de vir para o Brasil foi tomada em 2012, com base na estratégia global do grupo, que prevê a expansão da empresa em economias com alto potencial de crescimento, o que inclui o Brasil e a América Latina como um todo.

A Axa possui operações em quais outros países da América Latina? Philippe Jouvelot Em 2008, o grupo ingressou no México, com a aquisição da ING Seguros. Atualmente, estamos entre as três maiores seguradoras do mercado mexicano. Em 2013, chegamos à Colômbia, com a aquisição da Colpatria Seguros, o que nos permitiu ficar na segunda posição de um mercado altamente competitivo. Em 2014, iniciamos nossa operação no Brasil, onde nos consolidamos rapidamente. Esses movimentos estratégicos demonstram que o grupo está investindo de maneira muito sólida na América Latina e vem fortalecendo sua presença na região nos últimos anos.

Quais são as expectativas da Axa em relação ao mercado brasileiro de seguros? Philippe Jouvelot O Brasil é o maior mercado de seguros na América Latina e apresentou taxas médias de crescimento de dois dígitos nos últimos anos. Em 2014, a atividade seguradora representou cerca de 3% do PIB (Produto Interno Bruto), isso demonstra que o negócio de seguros no País é rentável e que a cultura da proteção e do gerenciamento de riscos está se disseminando rapidamente. Isso nos faz crer que, em breve, esse percentual aumentará de forma ainda mais expressiva. Nossa estratégia é desenvolver operações sustentáveis, trazendo para o mercado brasileiro a experiência que o nosso grupo de seguradoras vem acumulando historicamente, desde 1817, além de estabelecer no Brasil uma sólida relação com corretores, parceiros e clientes, sempre considerando os padrões e as expectativas do mercado brasileiro.

Por que a Axa escolheu a Vip’s como parceira? Philippe Jouvelot Um dos principais motivos da escolha da parceria com a Vip’s foi por ser esta uma empresa certificada pelo ISO 9001 em todos os ramos de seguros. Esses sistemas gerenciais voltados para qualidade total atendem aos requisitos das mais rigorosas normas internacionais de excelência na prestação de serviços, em especial a ética no atendimento profissional de quem os contrata. Esses valores norteiam nossas escolhas e negócios. Nesse sentido, a Vip’s é uma parceira muito importante, tendo em vista toda sua expertise e seu histórico no mercado brasileiro. A equipe Vip’s possui profundo conhecimento administrativo e mercadológico, o que permite acompanhar de perto seus clientes e, nesta nova fase de expansão de seus serviços, poderá englobar o funcionalismo público brasileiro nas instâncias federal, estadual e municipal.

Quais são os aspectos fundamentais que devem ser levados em conta pelo segurado ao escolher uma companhia de seguros? Philippe Jouvelot A escolha de uma companhia de seguros deve ser feita com cautela. Em todos os casos, a pessoa ou a empresa está delegando a seguradora a responsabilidade de proteger seu patrimônio e sua vida. Assim, considero ser muito importante checar o histórico da entidade, sua solidez financeira, sua capacidade de cumprir sua promessa e sua transparência.

O ano de 2015 foi de crescimento para o grupo AXA, que registrou aumento de 3% no lucro líquido, alcançando 5,6 bilhões de euros. A receita global ficou em 99 bilhões de euros, crescimento de 1% no comparativo com o ano anterior. O resultado operacional por ação subiu 10% e o Conselho de Administração da empresa está propondo dividendo de 1,10 euros por ação, o que representaria um crescimento de 16% no comparativo com 2014.

“Estamos satisfeitos com os números. Mostra um Grupo mais resiliente, eficiente e ágil”, diz Henri de Castries, presidente do Grupo AXA. A contribuição brasileira para o balanço global ficou por conta do acordo para a aquisição por parte da seguradora francesa, através da AXA Corporate Solutions Brasil e América Latina, da divisão de grandes riscos da SulAmérica.

“Essa aquisição representa uma aceleração em um mercado core para o Grupo, agrega um excelente time à companhia e garante um passo significativo na direção da ambição da AXA para o Brasil”, reforça Philippe Jouvelot, CEO da companhia no Brasil.

A carteira negociada com a AXA contempla apólices que oferecem cobertura nos ramos de incêndio, transportes, responsabilidade civil, riscos nomeados, riscos operacionais, riscos de engenharia, riscos diversos e cascos, tendo como característica importâncias seguradas de montante elevado. Em 2014, esta carteira gerou receita de prêmios R$ 220,5 milhões

A AXA, um dos maiores grupos seguradores do mundo, está presente em 64 países, emprega 166 mil pessoas e serve a 103 milhões de clientes individuais e empresariais. Em 2015, somou 99 bilhões de euros em receitas e obteve resultado de 5,6 bilhões de euros. O grupo possui a marca de seguros mais valiosa do mundo pela sétima vez consecutiva, segundo ranking da consultoria global Interbrands. A companhia iniciou operações no Brasil em 2014 com foco em linhas comerciais, ofertando a empresas de todos os portes soluções em riscos patrimoniais, responsabilidades, seguros para pessoas e programas de afinidades.

Philippe Jouvelot

Na companhia há mais de 30 anos, o francês residente no Brasil, Philippe Jouvelot, é presidente da Axa Seguros Brasil e da Axa Corporate Solutions Resseguros (Brasil e América Latina). Na Europa, é membro do Executive Board, na Sede da Região Mediterrânea e América Latina, e também é membro do Comitê Executivo na Sede da Axa Corporate Solutions, em Paris. Foi Chief Operating Officer na França e International Chief Underwriting Officer das linhas corporativas de seguros. Obteve seu MBA na Business School ESCP em Paris.